quinta-feira, 2 de abril de 2009

VAQUINHA ATOLADA!

José um trabalhador e bom moço, noivo de Marina, uma gostosa morena cheia de vida, e sempre afofada de todos os lados pelo tarado José, que não via a hora de comer aquela mulher deliciosa, mas sempre enfrentando a resistência de Marina, que alegava ser menina moça, e só casando para usufruir do seu corpinho, incluindo também a VAQUINHA ATOLADA! Mas para saber o que seria esta modalidade sexual, José teria que casar de papel passado, com direito a lua de mel na pensão da tia mika que fica situado na auto estrada que liga pau grande a Cu ralinho. Sem saber o que vinha a ser VAQUINHA ATOLADA, e muito curioso para conhecer como era aquela posição que fazia Marina ficar vermelha e suando frio, deixando o nosso herói completamente doidinho de amor. Com vergonha de perguntar para os amigos o que vinha a ser aquele termo sacana, resolveu ir na zona e indagar a uma mulher da vida sobre o assunto, afinal nada melhor do que uma profissional, para explicar esta posição já fundamental na vida do tarado José. A pergunta foi direta, para a tia do prazer. – você faz a VAQUINHA ATOLADA? Na mesma hora veio a resposta da muquirana: - jamais vou fazer isto com um homem estranho, seu safado, sou uma puta mas não uma vadia, seu sem vergonha, e ponha-se daqui para fora cretino. Alertado pêlos gritos da mulher o cafetão da casa foi ate o quarto e encontrou José pelado com as roupas na mão e vermelho de vergonha pela situação criada, indagado pelo patrão da bocada o que tinha se sucedido, José colocou que apenas tinha feito um pedido, e não sabia porque a donzela do amor havia ficado tão enfurecida, afinal todos fazem a VAQUINHA ATOLADA! Esta declaração deixou o cafetão enlouquecido a ponto de cair de porrada em cima do pobre José, colocando o mesmo para fora do puteiro abaixo de pontapés e afirmando se José voltasse ela o mataria, afinal aquela casa era de respeito e ninguém fazia aquilo, isto era coisa de pessoas sem vergonhas e safadas. Todo machucado e sem saber o que vinha a ser aquilo o nosso algos mancebo resolveu pedir Marina em casamento e finalmente saber o que era a famosa VAQUINHA ATOLADA. Mas para a infelicidade de José, Marina ficou doente uma semana antes do casório, e morreu sem revelar o segredo. Moral da historia, nem o José, nem eu, e agora você que esta lendo este monte de bobagens; não ficou sabendo o que vem a ser VAQUINHA ATOLADA.

Um comentário:

By: Jonathas Oliveira disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
Engraçado como o autor prende nossa atenção através da curiosidade... Mas ficou legal o texto mesmo eu nao sabendo o que é a droga da VAQUINHA ATOLADA......